Um Recomeço

com Nenhum comentário

Vamos recomeçar pelo início…

 

Estive imerso em Velgard por um tempo considerável. Talvez tenha até perdido a contagem dos meses, ou pelo menos é isso o que o tamanho da minha barba está me dizendo.

 

Assim que eu aparar ela, eu atualizo as coisas por aqui.

 

Pronto. Vamos lá.

 

Da última postagem do ano passado para cá, o site mudou. O design ficou mais limpo e mais direto ao ponto. E para chegar nele fiz um benchmarking forte…  O que no meu caso significou entrar em todos sites de autores que conheço.

 

Ah, e os blogs antigos acabaram se perdendo… Mas eu vou repostar alguns aos poucos, assim como já fiz com o “Sobre a Vontade de Escrever“.

 

O lado bom é que isso acaba servindo como um novo começo.

 

Resolvi usar esse espaço também para anunciar o andamento dos meus trabalhos. Embora ache que isso sirva mais para alguém que caia aqui de paraquedas; afinal, é mais fácil me seguir em alguma rede social, não?

 

Enfim, sem mais enrolações:

 

Comecei a publicar lá no Wattpad. Caso você não conheça, esse é um site em que escritores disponibilizam seus textos conforme vão escrevendo e, assim, vão recebendo um feedback da comunidade.

 

Mas não precisa ter uma conta para ler o que está publicado, basta acessar a página do livro. 😉

 

“Um Anseio pelas Artes Proibidas” é minha primeira história por lá.

 

 

Ela narra os eventos turbulentos na vida de Gregório, um aprendiz de arcanista.

 

Ele precisa corrigir as consequências de um acidente, mas para isso acaba se corrompendo.

 

Enquanto isso, Pauline, sua irmã, tenta impedi-lo antes que seja tarde. Ela sabe que há riscos em jogo piores do que a morte.

 

Veja mais no Wattpad!

 

 

 

 

Por ora é isso. Em breve volto com novas informações sobre “O Cavaleiro de Sirius”… 🌀

 

 

Seguir K. G. Joner:

Natural de Floripa e, curioso pelos mistérios da natureza, acabou se formando em engenharia mecânica, sem nunca deixar de rabiscar suas histórias. Desenha com mais vontade do que habilidade, faz trilhas esporadicamente, curte um bom rock clássico e toca violão para as paredes. Adepto ao minimalismo ainda com tralhas a serem jogadas fora na próxima mudança. Jogador de RPG de mesa quando possível, mas se contenta sendo o narrador. Aos fins de semana, também gosta de levantar debates filosóficos sofistas.

Últimos Posts de